Após o sucesso recente de La La Land, vários musicais tem chamado a atenção do mercado cinematográfico. É o que tem acontecido com os projetos de Brie Larson, Adam Driver e Rooney Mara, que estão no mercado esse ano.

Enquanto os filmes promovidos em Berlim são diferentes de muitas maneiras com as ambições musicais de Damien Chazelle, estrelado por Emma Stone e Ryan Gosling (que já arrecadou US $272,1 milhões em todo o mundo e um recorde de 14 nominações ao Oscar), eles estão se beneficiando da forma que La La Land tem provado um apetite por histórias originais que são realçadas pela magia da música.

“Eu acho que La La Land mostrou que há uma enorme audiência para esse tipo de filme”, diz a produtora Monique Caulfield, cujo musical Basmati Blues está sendo exibido em Berlim. “É um momento estressante no mundo e os musicais o transportam como ninguém. E eles permitem que você se abra às coisas de uma maneira diferente de um filme normal e há magia nisso.”

Como La La Land, Basmati Blues tem uma estrela notável cantando música original, mostrando aos fãs um lado dela que eles não viram antes. O vencedor do Oscar, Brie Larson interpreta um cientista que viaja para a Índia para vender o arroz geneticamente modificado que ela criou e canta as canções originais que o diretor Dan Baron criou por uma coleção de diversos artistas musicais, incluindo Pearl Jam, Sugarland e o músico indiano Sonu Nigam . A AMBI Distribution vendeu o filme em vários territórios, incluindo Austrália e Nova Zelândia (Village Roadshow), América Latina (Alpha Filmes), Espanha (Avalon) e Índia e Malásia (MVP), entre outros.

“Basmati Blues é um musical edificante – uma comédia romântica com um toque internacional”, diz Larson, que foi escolhida para participar do projeto antes de seu grande sucesso em Room (2015).

Fonte: The Hollywood Reporter