Vingadores: Guerra Infinita termina com uma cena pós-crédito mostrando Fury chamando Capitã Marvel, mas o ator Samuel L Jackson que essa cena foi feita bem mais tarde [provavelmente pela decisão dos irmãos Russo em não colocar Carol Danvers no filme, apesar de relatos de Brie Larson ter gravado cenas].

“Eu não tinha ideia, veio do nada”, diz Jackson, que foi convidado para filmar a cena pós-crédito enquanto fazia  Capitã Marvel em Atlanta [Lá em janeiro, Samuel e Cobie Smulders foram fotografados no “set de Captain Marvel”, que foi revelado agora ser a cena pós-créditos de Guerra Infinita]. Ele alega que nem percebeu como Fury morreria até ver o filme final, apesar de suspeitar como tudo será resolvido na próxima sequência dos Vingadores: “Quem está realmente morto, e quem está realmente na poeira com vento esquisito da Marvel? Eu não sei, mas eu sei que há uma solução que eles nem precisaram me dizer, só porque eu sei quem é a Capitã Marvel e o que ela pode fazer.

E quem é a Capitã Marvel? Na página de quadrinhos, ela é uma ex-piloto chamada Carol Danvers, que ganha superpoderes que superam quase todos os outros heróis, e na tela grande, ela será interpretada pela vencedora do Oscar, Brie Larson. Antes de Capitã Marvel se juntar ao grupo dos Vingadores no próximo verão, ela será vista ao lado de Jackson em um filme independente, que deve sair em 8 de março. O filme de 1990 permite que Jackson interprete a versão mais jovem de Fury e conceda à Marvel seu primeiro filme com uma mulher na liderança.

Jackson e Larson primeiro trabalharam juntos e se tornaram amigos em Kong: A Ilha da Caveira, e ele está tentando adicionar o contrapeso de um veterano ao seu grande momento. “Ela levou essa responsabilidade muito a sério: ‘Eu preciso representar não apenas eu, Brie como atriz, mas toda mulher no planeta como uma mulher forte. Esse personagem significa muito para a franquia!” Eu falei: Respire. Apenas respire ”, diz Jackson. “Você é quem você é e eles contrataram você por um motivo, então só seja você.”

Ainda assim, ele está animado com o nível de compromisso de Brie. “Ela quer que seja um filme especial, ela quer representar mulheres, ela quer que seja um filme que tenha coração e profundidade”, diz ele. “Brie pega informações de todos os lugares: quem foi a primeira piloto? Quais foram suas dificuldades? Ela quer ter certeza de que tudo isso está incorporado no personagem para dar a ela a justiça da luta da mulher, para segui-la de onde ela estava para se tornar essa grande força, porque ela é a personagem mais poderosa do universo Marvel. ”

E além disso, Larson é uma fonte potencial de empregos. Quando a atriz recentemente fez sua estréia como diretora no filme Unicorn Store, Jackson a chamou para pedir um papel: “Ela estava tentando encontrar outro ator, e eu disse: ‘Por que você está perseguindo ele quando você me tem aqui? “Ela disse: ‘Você realmente faria o meu filme?’ E eu falei: SIM! como, sim!” Jackson zomba, como se sua participação fosse a coisa mais óbvia do mundo.